O novo regime automotivo e a renovação da frota de caminhões

Orlando Merluzzi

O Governo implementou um projeto muito inteligente.

O Governo Brasileiro, através do excelente trabalho do MDIC, publicou o decreto 7.819/03-10-2012, que regulamenta o Programa de Incentivo à Inovação Tecnológica e Adensamento da Cadeia Produtiva de Veículos Automotores, o INOVAR-AUTO, o novo regime automotivo brasileiro. O principal objetivo do programa é criar condições de competitividade e incentivar as empresas a fabricar carros mais econômicos e mais seguros. Trata-se de um regime automotivo feito com a competência do MDIC. Sim, é um programa de extrema competência. O MDIC fez um regime muito inteligente. É simples: produção local tem de gerar emprego no Brasil e ponto final. Ou seja, para se beneficiar, as empresas precisarão nacionalizar o máximo que puderem e, logicamente, produzir aqui. E quanto mais rápido isso acontecer, melhor para todos. Parabéns mais uma vez ao MDIC.  Ministro Pimentel, o Senhor possui uma equipe muito séria e muito competente. Agora, eu gostaria de sugerir que olhe um pouco para a necessidade de renovação da frota brasileira de caminhões. Eu sei que isso é muito mais um programa social, do que um programa para o setor automotivo. Renovar caminhões novos é uma tarefa fácil. O difícil é tirar das ruas esse monte de tranqueira e paus velhos que diariamente ameaçam nossas vidas. Temos um programa Euro 5 de emissões, digno de primeiro mundo, mas convivemos diariamente com milhares de caminhões Euro Zero, emitindo toneladas de partículas poluentes, sobre os quais peço a todos os Anjos-da-Guarda que façam aqueles freios funcionar no final da descida. Precisamos de um programa urgente para renovação da Frota de Caminhões. Meu amigo Dadalti, há mais de 15 anos bate nessa tecla, para o bem e segurança de todos no trânsito do Brasil. De carona, com uma implantação estruturada do programa de Renovação da Frota de Caminhões, a indústria produziria mais e geraria mais riquezas. Capacidade para isso, a indústria tem sobrando. Financiamento para caminhões novos, também. Falta definir um processo de financiamento para os caminhões semi-novos, bem como, qual o destino para os caminhões velhos a serem retirados das ruas. OM

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s