Os conselhos de Ben Bernanke, do BC americano, aos jovens

“Quando jovem, eu não tinha sucesso nem dinheiro, mas em compensação tinha a vida toda pela frente” .

Essa é uma possível reflexão após ler o discurso de Ben Bernanke, feito na última 2a. feira para uma turma de formandos da universidade de Princeton. Na realidade, esse discurso é interessante por ser muito simples e profundo ao mesmo tempo. Os jovens precisam de alguém que lhes dê conselhos como esses, mas de nada adianta, porque os jovens não vão entender mesmo. É o caminho natural das coisas. O texto a seguir foi publicado originalmente em Inglês pela Agência Reuters

O presidente do Federal Reserve, Ben Bernanke escolheu 10 conselhos de carreira (e de vida) que, segundo ele, foram testados em situações reais.

Apesar de ele ter feito a ressalva de que o desempenho passado não é garantia de resultados futuros, disse o seguinte aos recém-formados de Princeton:size_590_bernanke-do-fed

1) A vida é imprevisível e isso é bom

“A vida é incrivelmente imprevisível. Qualquer pessoa que, aos seus 22 anos de idade, pense que sabe onde vai estar em 10 anos, ou em 30, está simplesmente com falta de imaginação. Olhe o que aconteceu comigo. Há 12 anos eu estava cuidando da minha vida, ensinando economia em Alexander Hall, pensando em boas desculpas para não ir a uma reunião de professores e então eu recebi uma ligação…”, disse Bernanke.

Para quem não acredita neste fato, ele sugere que se passe alguns minutos com alguém que se formou há pelo menos 25 anos e pergunte sobre o que eles sonhavam para o futuro, na época em que se formaram. “Aposto que estas histórias de vida, na maioria dos casos, serão bem diferentes, em maior ou menor escala, do que essas pessoas esperavam quando estavam no início de tudo”, disse. “Isso é bom. Quem gostaria de saber o final de uma história quando ela ainda está nos primeiros capítulos?”

2) Seu projeto é o desenvolvimento como ser humano

“Será que pelo fato de nossas vidas serem tão influenciadas pelo acaso e por decisões e ações, aparentemente pequenas, não há espaço para o planejamento e para a luta? Há sim. O que for o que a vida lhes reserva, cada um de vocês tem um grande e duradouro projeto que é o desenvolvimento de si mesmo como um ser humano.”

A família, os amigos e a graduação, diz Bernanke, já são um bom começo. “Mas o que você vai fazer com isso? Vai continuar aprendendo e pensando criticamente sobre as questões mais importantes? Você vai se tornar uma pessoa mais forte emocionalmente, mais generosa, mais amorosa, mais ética? Vai se envolver ativamente e construtivamente no mundo?”, pergunta o presidente do BC norte-americano que acrescenta: se você não está feliz consigo, nem a mais elevada conquista trará satisfação.

3) Quanto mais sucesso, maior é a responsabilidade

 “O conceito de sucesso leva em consideração a meritocracia e suas implicações. Ensinaram-nos que as instituições e sociedades meritocráticas são justas. Deixando de lado o fato de que nenhum sistema, inclusive o nosso, é realmente meritocrático, a meritocracia pode ser mais justa e eficiente do que algumas alternativas. Mas justo no sentido absoluto? Pense nisso: a meritocracia é um sistema no qual as pessoas mais afortunadas, em termos de saúde, boa herança genética, apoio da família, encorajamento, renda, oportunidades educacionais e de carreira, colhem as maiores recompensas”, diz Bernanke.

Na opinião dele, a meritocracia torna-se realmente justa quando os mais “afortunados” têm também maior responsabilidade. “De trabalhar duro, para contribuir com a melhoria do mundo e para compartilhar a sua sorte com os outros”, acrescenta.

4) Quem é digno de admiração?

“Os mais dignos de admiração são aqueles que fizeram o melhor uso de suas vantagens ou que enfrentaram mais corajosamente suas adversidades. Acho que todos concordam que as pessoas que têm pouca escolaridade formal, mas trabalham honestamente para ajudar a alimentar, vestir e educar suas famílias, merecem mais respeito e ajuda, se necessária, do que pessoas que são superficialmente mais bem sucedidas. Essas pessoas também são mais divertidas para se tomar uma cerveja. E isso é tudo o que eu sei sobre sociologia”, diz Bernanke.

5) A maior força reside nas ideias 

“Se você acha que os maus resultados em Washington são fruto de problemas na base e de más intenções, você está dando aos políticos e legisladores muito crédito. Um erro honesto é fonte mais relevante de maus resultados do que as más intenções. Por estas razões, as maiores forças em Washington são as ideias e as pessoas preparadas para agir com base nestas ideias. O serviço público não é fácil. Mas se você está inclinado a seguir esta direção, pode ser desafiador e valer a pena”, diz.

6) A importância da economia

“A economia é um campo de pensamento sofisticado que é excelente para explicar aos políticos porque as escolhas feitas por eles no passado estavam erradas. Já sobre o futuro, nem tanto. No entanto, a análise econômica cuidadosa tem um benefício: pode aniquilar as ideias que são inconsistentes logicamente ou que estão de desacordo total com os dados. Esta visão cobre pelo menos 90% das políticas econômicas propostas”, diz Bernanke.

7) O dinheiro é um meio, não um fim

 “Não vou falar que dinheiro não importa, mesmo porque vocês não acreditariam em mim. Na verdade, para muitas pessoas, o dinheiro é uma questão de vida ou morte. Mas se você é parte da minoria sortuda que pode escolher, lembre-se de que o dinheiro é um meio, não um fim. Uma decisão de carreira baseada só em dinheiro – e não em amor ao trabalho ou em vontade de fazer a diferença – é a receita da infelicidade”, diz Bernanke.

8) Fracasso é parte da vida e do aprendizado

“Ninguém gosta de fracassar, mas o fracasso é parte essencial da vida e do aprendizado. Se o seu uniforme não estiver sujo, você não estava no jogo”.

9) Beleza não é tudo ao escolher o “companheiro de viagem”

“Beleza é importante, mas não é a única coisa a se procurar em um parceiro(a). Vocês dois terão uma longa viagem juntos, eu espero, e vocês vão precisar de apoio e compreensão mais vezes do que vocês imaginam. Como uma pessoa bem casada há 35 anos, não posso imaginar uma escolha com maiores consequências para a vida do que a escolha do seu companheiro de viagem”.

10) Ligue para os seus pais de vez em quando

“Ligue para sua mãe ou pai de vez em quando. Vai chegar um tempo em que você vai querer que o seu filho adulto, super bem sucedido ligue para você. Lembre-se também de quem pagou as suas mensalidades em Princeton.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s