A China que o Brasil precisa conhecer

Você conhece a China? Eles também não sabem nada sobre nós (por enquanto).

Nos últimos anos fomos contaminados pela ideia de que a China representava a antítese dos bons padrões de qualidade. Felizmente o passado recente me apresentou a realidade da China moderna e repleta de tecnologia, muito luxo e muito consumo.

Tememos a China por ignorância. Acreditamos que o exotismo é regra e que oficinas de fundo de quintal dominam o sistema produtivo do país. O interessante é saber que os chineses pensam exatamente o mesmo sobre o Brasil. Duvidam de nossa capacidade de produção e custam a acreditar que temos padrões aceitáveis de qualidade.

A China deixou de ser coadjuvante para liderar a modernidade. O país exala tecnologia e desenvolvimento. As melhores e mais desejadas marcas do mundo produzem na China. Da moda ao setor automotivo. Modernos e gigantes complexos industriais construídos em prazos recordes são vistos em metrópoles adornadas por aeroportos luxuosos e imponentes. Dá até certa tristeza quando comparamos aos nossos.

Os chineses aprenderam a reconhecer a qualidade superior e não aceitam mais produtos que não obedeçam a padrões. O descartável está saindo de moda e a população que consome está aumentando. A China deu um enorme salto e ultrapassou alguns países líderes, em tecnologia e em design. Quem visitou a feira automotiva de Shangai no mês passado, sabe muito bem a que eu estou me referindo. Preparem-se.

O poder aquisitivo cresce e nas ruas de Beijing é enorme a quantidade de carros de luxo. O sonho dos produtores brasileiros de café, de os chineses tomarem uma xícara por dia, em breve será realidade. E para apreciadores ocidentais de vinho, cresce a preocupação de que os chineses estão começando a apreciar a bebida. Vai faltar vinho no ocidente e o preço vai subir.

Qualidade é hoje uma das palavras mais pronunciadas na China. Grandes empresas chinesas começam a se instalar fora do país, mas ainda desconhecem o Brasil. Infelizmente, a Índia, Rússia, Indonésia, Turquia e México são destinos que aparecem primeiro nos planos estratégicos de internacionalização de grandes marcas chinesas.

A ignorância de alguns chineses em relação ao Brasil é a mesma que nós temos em relação a eles, com uma pequena diferença: a China vai dominar o mundo e isso é inevitável. Temer a China ou lutar contra sua expansão no mundo dos negócios é o mesmo que assumir uma postura contrária à globalização.

Felizmente, produtos chineses de alta tecnologia e qualidade começam a desembarcar no Brasil e nossos consumidores terão agora contato com a China tecnológica e se surpreenderão.

Sairão na frente aqueles que souberem se aliar a China. Para isso, é preciso entender a cultura chinesa e o modo chinês de fazer negócio. Confiança se conquista passo a passo e reciprocamente.

O Brasil precisa conhecer a China, sem as influências de lendas extintas, pois eles aprenderão o Português, bem antes de aprendermos o Mandarim.

Orlando Merluzzi, Maio/2013

orlando merluzzi
Qualidade é hoje uma das palavras mais pronunciadas na China

4 Comments

  1. Esta semana estive na África do Sul e, ao retornar, chegar no nosso “moderno” aeroporto de Guarulhos, tive uma impressão de ter vindo de um país europeu de primeira linha e aterrizado em solo “africano”. Realmente temos muito o que aprender com o que está acontecendo com o mundo lá fora… Belo texto Orlando. Abs,

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s