Ainda é possível salvar as vendas do setor automotivo em 2020?

Sim, ainda é possível salvar as vendas do setor automotivo em 2020. A crise cambial e o COVID-19 podem anular o crescimento projetado no início deste ano para o mercado de Carros e Comerciais Leves (algo entre 9% e 10%) e assim, o mercado repetiria os volumes de 2019.

O gráfico traz alguns eventos político/econômicos nos últimos 4 anos, que afetaram direta ou indiretamente as vendas automotivas e nunca passamos um ano “ilesos” de confusão.

Os primeiros dois meses de cada ano não guardam relação com o volume total de vendas no ano. O que atrapalha (ou ajuda) é o que está no meio e neste ano temos, além do imbróglio viral e das confusões do Planalto Central, as eleições municipais e uma boa chance de não termos aprovadas as reformas administrativa e tributária.

Contudo, ainda não vejo uma situação catastrófica para o setor em 2020, mas se em janeiro deste ano alguém alertasse para uma pandemia global, 45 dias depois, seria chamado de maluco. Em todo caso, ainda resta uma pontinha de otimismo.

Planos e backups para casos de crises inesperadas

A situação que emergiu, tão rapidamente, demonstrou que a Indústria 4.0 não está preparada para uma crise de desabastecimento inesperada, lembrando que a inexistência de fronteiras no supply chain é condição básica para que o ambiente 4.0 funcione corretamente. A quebra da sequência de fornecimento de componentes automotivos vindos da China faz parar quase todo um setor em vários continentes.

A indústria automobilística está planejando incansavelmente os próximos vinte anos, com e-mobility e veículos autônomos, mas parece que se esqueceu de planejar para uma situação de crise extrema na área de suprimentos. Em planejamento estratégico, tanto no setor aéreo como no setor militar, as reações de defesa aos planos de voo e às crises operacionais vêm antes dos planos futuros de ataque. Talvez, o setor automotivo esteja precisando fazer um recall em estratégias básicas operacionais. Não é lógico que toda uma cadeia setorial seja abalada por um “apagão” de um único fornecedor, mesmo que temporário.

OM

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s