Uma segunda vida para as baterias usadas dos carros elétricos. Oportunidade de negócio.

Crédito das imagens: BMW e RENAULT

As baterias dos carros elétricos ainda vão evoluir muito, mas ao menos já há excelentes soluções para a 2ª vida dessas baterias. Após 8-10 anos as baterias usadas ainda têm 65% da capacidade de utilização e podem durar mais 5-6 anos. A montagem de packs estacionários alimentados por energia fotovoltaica ou eólica criam sistema semicircular que pode tornar prédios comerciais e residências, livres de carbono.

As vendas dos carros elétricos só irão decolar, de fato, quando reinventarem as baterias (crédito dessa frase: Bloomberg). Por enquanto, esses trambolhos íon de lítio com eletrólitos líquidos ou pastosos, que vão de 350kg a 650kg de peso, ainda são o ponto fraco dessa tecnologia e causam incertezas quanto ao mercado dos carros elétricos usados. Sem mercado de usados, as vendas de novos não decolam. De toda forma, em alguns anos teremos as baterias solid-state, menores, mais densas e mais leves. Guardadas as devidas proporções, é como comparar o antigo Motorola PT-950 com um iPhone-11.

Obs: Os custos de produção das baterias caem a uma taxa de 8% ao ano, o que não significa que esse índice será repassado na ponta.

Independentemente da evolução das baterias, o mercado de baterias usadas (2ª vida) é uma certeza e uma grande oportunidade de negócio.

O. Merluzzi

Crédito das fotos (packs de baterias): Renault e BMW

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s