Você compraria um carro elétrico usado no Brasil?

oleodieselnaveia

Como assegurar o mercado de carros elétricos usados?

Esse é um desafio para o setor automotivo nos próximos anos. Em 2025 as baterias “solid-state” chegarão ao mercado, tornando obsoletas as atuais baterias com eletrólitos líquidos. Maior densidade e vida útil, menor peso e tempo de recarga, eliminação de dendritos e do temido risco de incêndio na garagem presente nas atuais baterias, que tem gerado recalls do Oriente ao Ocidente.

Praticamente, todas as marcas relevantes de veículos estão desenvolvendo baterias em estado sólido e as novidades devem chegar, primeiro, do Japão e da Alemanha.

Voltando ao início, se não houver o desenvolvimento do mercado de veículos usados, as vendas de novos não decolarão e os atuais carros elétricos podem ter o mesmo fim de modernos smartphones que saem de moda rápido e perdem todo valor, caso as montadoras não estabeleçam um programa de “retrofit” dos veículos elétricos obsoletos. A obsolescência será acelerada e a tecnologia evoluirá muito. A substituição das baterias íon de Lítio, após alguns anos de uso, poderá custar mais da metade do preço do veículo usado e nenhum veículo elétrico estará livre de substituir a bateria no futuro (pelo menos com a tecnologia atual).

Acompanhe os movimentos das novas empresas de desenvolvimento de baterias em estado sólido, a SOLID-POWER (investida pela BMW+FORD) e a QUANTUM-SCAPE (investida pela VW). A primeira anunciou que vai abrir capital na NASDAQ e a segunda já está lá.

A TESLA deixará de ser protagonista de mídia, conforme se consolidarem no mercado as gigantes alemãs e as japonesas, principalmente a Toyota, líder mundial em patentes de baterias em estado sólido (SSB). A VW também deve se destacar muito e tem, aparentemente, um dos planos mais interessantes para veículos elétricos no mundo, sem abandonar o desenvolvimento das tecnologias alternativas em energia limpa, renovável e sustentável com o setor sucroenergético no Brasil.

A forma como as montadoras conduzirem as questões mercadológicas dos veículos elétricos usados, definirá a separação entre homens e meninos nesse novo mundo da e-mobilidade, onde ter apenas tecnologia e um grande embaixador de redes sociais não será suficiente.

Não se iluda com a redução de preços nos carros elétricos, isso não ocorrerá nesta década e talvez, nem na próxima. Ao contrário, a tendência é de alta acentuada nos preços das baterias dos veículos elétricos, sejam elas íon de Lítio com eletrólitos líquidos, sejam elas solid-state. Nos últimos doze meses o preço do Lítio subiu 390% e as baterias ainda levam Cobalto, Fosfato, Níquel, Manganês, Terras Raras etc. Tudo vai subir.

Orlando Merluzzi


Publicação original (Junho 2021) | Atualização (Novembro 2021)

 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s